Ritalina: Efeitos, valor e bula! Saiba tudo aqui!

Ritalina: Efeitos, valor e bula! Saiba tudo aqui!

A Ritalina ou Metilfenidato é uma substância química utilizada no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. É utilizado como um fármaco e seu uso só deve ser prescrito por um médico.

A Ritalina atua como um estimulante diretamente no sistema nervoso central, possuindo um mecanismo de ação estruturalmente relacionado às anfetaminas. Neste artigo vamos fazer uma análise completa deste fármaco – seus benefícios, riscos e efeitos colaterais.

Benefícios da Ritalina

A Ritalina pode ser prescrita para crianças e adultos e ela auxilia de forma eficaz no tratamento do transtorno de déficit de atenção e na hiperatividade. Ela tende a melhorar de forma considerável a concentração; diminui o cansaço mental e ajuda o cérebro a acumular mais informações em menos tempo.

Riscos e efeitos colaterais da Ritalina

A Ritalina acabou se tornando um fármaco polêmico e foi até retirado das prateleiras das drogarias e farmácias por um bom tempo, voltando a circular há pouco tempo.

A polêmica deste fármaco gira em torno da dependência química que ela gera que pode ser uma dependência parecida da de drogas como cocaína e meta-anfetamina. A Ritalina possui o mesmo mecanismo de ação que a cocaína, por isso que seu uso só deve ser prescrito por um médico.

Ação da Ritalina

A Ritalina é um estimulante que atua no sistema nervoso central. Ela possui o mesmo mecanismo de ação da cocaína e das metas-anfetamina. Ela aumenta consideravelmente a concentração de estímulos que geram a sensação de prazer nas sinapses. Estes estímulos são gerados pela dopamina, no qual pode ser elevada nos pequenos prazeres do dia-a-dia, mas que com o uso da Ritalina, a sensação de prazer tende a durar por mais tempo.

Há um mito entorno da Ritalina que diz que ela tende a turbinar cérebros saudáveis. Um estudo realizado pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade de São Paulo [UNIFESP] revela que o uso deste medicamente não promove uma melhora significativa em cérebros normais e saudáveis.

Sabe-se que este medicamente tem sido procurado bastante por estudantes universitários e concurseiros para uma melhor desempenho em provas e concursos. Mas isso é um mito, o que a Ritalina promove em casos como estes, é nada mais do que um efeito placebo. Os benefícios da Ritalina ligados a melhora da atenção, a potencialização da memória e uma melhora na capacidade de planejamento e execução de tarefas do dia-a-dia só funcionam em jovens que sofrem com o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.

A busca por este medicamente no mercado negro tem crescido demasiadamente nos últimos anos. E muitos que buscam fazer uso deste medicamento não possuem uma consciência dos riscos que seu uso indevido causa.

Usar a Ritalina como uma forma de obtenção de prazer é um risco que pode acarretar em sérios problemas de saúde, tais como: problemas cardiovasculares que podem levar a arritmias cardíacas; pode levar a esquizofrenia, delírios e alucinações que podem comprometer a vida social, entre outros problemas. Portanto, seu uso só deve ocorrer a partir de uma prescrição médica.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment