Micose: O que é isso? Quais os tipos? Tem tratamento?

Micose: O que é isso? Quais os tipos? Tem tratamento?

Com certeza pelo menos uma vez na vida você já ouviu falar em micose, ou até mesmo já teve alguma. Ela é uma infecção de pele causada por um fungo que se alimenta das células mortas da pele e que por isso pode causar dores e deixar a aparência desagradável. É muito comum de ter micose após ir à praia, pois a pele fica diretamente em contato com a areia que pode ter esses fungos e quanto menos saudável estiver a sua pele, ela estará mais propensa a ter essa infecção. Porém, não é apenas na pele que a micose pode surgir, ela pode afetar unhas e até mesmo o rosto. A notícia boa é que existem tratamentos para esse problema e em pouco tempo você estará saudável novamente. Nesse artigo vamos falar melhor sobre cada um dos tipos de micose e como você deve evitá-la. Confira!

Micose na pele

Tinea Corporis é  nome da popularmente chamada Micose na pele, esse tipo de micose pode ser transmitida de uma pessoa para outra por meio do toque ou até mesmo por roupas, toalhas e outros objetos compartilhados. Por isso se você tem esse tipo de micose é necessário que você separe os seus objetos pessoais dos das outras pessoas evitar contaminação. As pessoas que tem micose na pele sentem muita coceira e apresentam vermelhidão e até descamação no local, elas aparecem mais durante o verão, pois nesse período o forte calor nos faz transpirar mais e o suor acaba favorecendo para que os fungos se multipliquem causando assim essa infecção.

Quem apresenta a micose na pele, não pode em hipótese alguma coçar o local, pois isso provoca ferimentos mais graves que prejudicam a aparência da pele e a sua cicatrização.

Existe também micose na pele que é transmitida por cachorros e gatos por meio do fungo microsporum canis, ela é mais rara, porém quando acontece provoca infecções muito severas.

Micose na unha

A micose de unha, assim como todos os outros tipos, é causada por um fungo que provoca infecções no corpo, no caso desse tipo mais especificamente na unha. Cerca de 10% dos adultos já tiveram micose na unha, uma vez que ela é uma infecção muito comum de acontecer, porém se não for tratada no momento certo pode causar sequelas e até modificar a aparência das unhas. Os sintomas da micose de unha são diferentes da micose de pele, uma vez que eles são mais visíveis do que sentidos, os principais sintomas de micose na unha são o escurecimento e o espessamento do local, depois que aparecem as coceiras e ardência.

A micose de unha é transmitida pelo contato com os fungos em locais úmidos e quentes, como saunas, banheiros, piscinas, etc. Por isso é sempre importante não utilizar esses locais descalço,mas algumas pessoas podem ter contato com o fungo e não ter micose na unha, uma vez que para que ela se desenvolva é necessário que a pele tenha alguma lesão, pois ai o fungo em contato com o machucado infecciona o local.

Tratamento para micose

O tratamento para micose no geral é muito simples, pois somente em casos mais severos é necessário tomar medicamentos. Mas é sempre recomendado que você procure um médico para lhe auxiliar no tratamento, pois ele saberá lhe indicar os melhores produtos e a como fazer corretamente cada etapa do tratamento.

Existem também maneiras caseiras de tratar a micose, e a principal delas é limpando o local adequadamente e utilizando cremes anti fungos. As principais precauções que quem está tratando uma micose, em qualquer lugar, deve ter são:

  • Ter uma boa higiene na pele e nos pés, lavando todos os dias com água sabão e algum creme específico para o local.
  • Secar totalmente o corpo, em especial entre os dedos dos pés.
  • Usar roupas e meias que sejam de tecidos que permitem que o corpo respire.
  • Não coçar de jeito nenhum
  • Separar seus objetos pessoais como toalhas, meias, e alicate de unhas.

Em geral o tratamento de micose é rápido, mas em alguns casos podem durar até dois meses dependendo da gravidade da infecção, quando o tratamento da micose envolve medicamentos é necessário continuar o seu uso até duas semanas após o desaparecimento da micose, pois esse é período em que o fungo ainda pode estar na pele e fazer com que a infecção volte.

Confira este vídeo para mais informações:

Este artigo foi útil para você? Conta pra gente aqui nos comentários!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Add Comment