Erisipela: O que é? Como tratar? Quais são os sintomas? É contagioso?

Erisipela: O que é? Como tratar? Quais são os sintomas? É contagioso?

Existem diversas doenças que atraem a atenção das pessoas por conta de mistérios, boatos, mitos que rondam a história dessas enfermidades. Uma delas é a erisipela, uma doença que não faz parte da vida de muitas pessoas, mas que gera bastante cuidado e até, curiosidade.

Nos tópicos a seguir, você vai entender tudo sobre a erisipela. O que ela é, os sintomas, as causas, as formas de contágio, entre outras informações. Confira!

O que é erisipela?

Consiste em uma infecção que ocorre na pele, ela fica avermelhada, dolorida, com sintomas comuns de inflamação mesmo. Existem alguns níveis de erisipela e se não tratada, ela pode se transformar em algo mais grave, gerando até bolhas na pele.

A erisipela tem alguns nomes populares, como zipra, esipra, zipla e maldapraia. Dessa forma, é uma enfermidade que ataca a superfície da pele e pode causar graves problemas se não for tratada corretamente.

Quais são os sintomas?

 Os sintomas dependem do nível da erisipela no seu corpo. Dessa forma, em uma fase inicial, aparecem manchas vermelhas, doloridas, inflamações diversas na pele.  Como sito, se não tratada, ela pode avançar e gerar bolhas de cerca de 10 centímetros, febre, náuseas, vômito e até calafrios.

Se mesmo assim a pessoa não tratar, ela pode se tornar um tipo específico de elefantíase e gerar até a morte do paciente. Por isso, apesar de ser uma doença simples de ser tratada, se não for levada a sério, pode causar males muito intensos.

 

pé vermelho

Erisipéla é contagioso?

 Um dos mitos que rondam as buscas por informação a respeito da erisipela é o de fato de acharem que ela é contagiosa, mas não é. Você não pega a erisipela só de entrar em contato com a pele de outra pessoa com esse problema.

Para contrair, é preciso que você tenha alguma ferida na pele, como frieira, micose, ou machucado mesmo. A bactéria que causa a doença entra na pele e começa a se espalhar e causar a infecção, até picadas de inseto podem causar a erisipela. Principalmente, se você estiver em uma área que a bactéria também esteja.

Quais são as causas?

 A única causa da erisipela é a bactéria chamada de Streptcoccus pyogenes que entra na pele dos pacientes por meio de feridas, furos, picadas, micoses, entre outros problemas na parte externa da pele que faça a bactéria entrar e se alojar na superfície da pele dessa pessoa.

Na maior parte das vezes, cerca de 75%, ocorre em membros inferiores, ou seja, na perna ou nos pés. Porém, ela também tem sido muito comum na pele do rosto, devido a algumas doenças que aparecem nessa parte do corpo.

Algumas pessoas também têm mais possibilidade de adquirir a doença, por conta do sistema imunológico e também pelo fato de correr mais riscos mesmo. É o caso de crianças, idosos, obesos, diabéticos e pessoas com doenças crônicas diversas.

bactéria erisipela

Como prevenir erisipela?

 A higiene é a principal forma de prevenção, ou seja, se você mantém o seu corpo sempre limpo, toma banho regularmente, lava as mãos, os pés, seca bem os pés, lava os sapatos e os deixa secar no sol. Enfim, tudo isso ajuda a prevenir a erisipela.

É bom lembrar que bactéria adora lugares úmidos e quentes, por isso um pé molhado em um sapato sujo é prato cheio para que você tenha uma micose e depois uma erisipela. É por isso que pés e pernas são, normalmente, os principais lugares que essa doença ocorre.

Se você mantiver hábitos higiênicos e saudáveis, muito dificilmente vai ter erisipela. Sempre que tiver um machucado, ou for picado por mosquito, cuide do local, deixe limpo, passe álcool, faça tudo para que a bactéria não queira se alojar dentro da sua pele.

Tratamento?

 A erisipela é uma infecção causada por bactérias, logo o tratamento é feito com base em antibióticos, como a penicilina e a amoxicilina. Também tem como você misturar isso a um tratamento caseiro que investe no repouso, na higiene do local infectado, em beber bastante líquido e colocar compressas de gelo na parte da pele que esteja com a erisipela.

 

Caso ainda tenha restado alguma dúvida sobre como a erisipela ataca o seu corpo e as formas de tratamento, deixe o seu comentário aqui embaixo!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment