Depressão

Depressão

Atingindo atualmente quase 500 milhões de pessoas no mundo todo e até 10% da população Brasileira, a depressão é um mal silencioso que frequentemente não é reconhecido como doença séria e incapacitante. De difícil diagnóstico por conta da falta de procura de ajuda médica, a depressão diminui em quase uma década os anos de vida e traz muito sofrimento aos seus portadores. Para saber mais sobre o assunto, continue a ler.

O que é

A depressão é uma doença caracterizada por um distúrbio afetivo, e é estudada há centenas de anos pelo ser humano. Esse transtorno mental causa alterações químicas no cérebro de seu portador, especialmente em relação aos neurotransmissores ligados às sensações de prazer e bem estar. Por conta do imenso estigma que existe sobre as doenças que afetam a mente em nossa sociedade, a depressão muitas vezes é vista como “frescura”, preguiça ou até mesmo para chamar a atenção. Estereótipos sobre a doença frequentemente formam uma imagem equivocada sobre o problema, o que pode atrasar e muito o diagnóstico e o tratamento, podendo ter consequências fatais.

Causas

Estudiosos ainda não têm certeza sobre o que em específico causa a depressão, mas acredita-se que ela acontece por conta de fatores biológicos, psicológicos, sociais e culturais. Existe ainda uma relação com a hereditariedade, pois pais com depressão ou outro transtorno mental tem mais chance a gerar filhos que manifestam a doença, gerando uma predisposição genética.

Sintomas

Os sintomas da depressão são vários, e podem ou não aparecer em diferentes pessoas. O critério para seu diagnóstico, frequentemente, é o quanto a doença gera obstáculos para uma vida normal. Entretanto, existem muitos depressivos que mascaram ou ignoram os próprios sintomas e se mantêm produtivos mesmo doentes. Alguns sintomas comuns são:

  • Cansaço crônico
  • Desinteresse em atividades que davam prazer
  • Oscilação de peso em pouco tempo
  • Diminuição do prazer sexual e libido
  • Distúrbios do sono (insônia ou sono demais)
  • Oscilações no apetite (perda ou aumento do apetite)
  • Sentimentos de medo, angústia, desespero
  • Irritabilidade
  • Pessimismo constante
  • Dificuldade de concentração
  • Problemas físicos não justificados por outros problemas (dores musculares, desconforto gastrointestinal, sensação de corpo/membros pesados)

Tratamento

O tratamento para a depressão tem várias frentes, não só porque usadas juntas surtem mais efeito, mas porque algumas podem não trazer melhora alguma. É o caso de medicamentos antidepressivos, receitados por um psiquiatra – pouquíssimas pessoas apresentam melhoras usando apenas remédios, e algumas simplesmente não veem efeitos. Outro modo de tratamento é fazer terapia com um psiquiatra ou psicólogo, em especial a Terapia Cognitvo-Comportamental, que ajuda a reconhecer e modificar quando a mente está percorrendo caminhos negativos que interferem no resto do organismo. Por último, hábitos que fazem bem fisicamente e mentalmente: uma dieta adequada e exercício regular ajudam a prevenir e combater o aparecimento da depressão.

Prevenção

A depressão é uma doença que não pode ser prevenida, pois se trata de uma manifestação que parte do próprio organismo. O que se pode fazer é cuidar sempre de sua saúde mental, procurando ajuda caso ela decline.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment