Albumina

Albumina

Quando alguém vem com o papo de que “não existe milagre contra perda de peso, a condição vem de dentro do seu próprio corpo”, esse papo é verdade. Prova disso é a albumina, uma substância bem querida por quem quer perder peso ou aumentar massa muscular, que nada mais é que uma proteína produzida pelo fígado, ganhando, por isso, o título de “proteína intrínseca”. Ela é uma das responsáveis pelo bom funcionamento do corpo e compõe 70% dos elementos sólidos presentes no plasma sanguíneo.

Ou seja: quando se trata desse nome, o que vier a seguir tem que ser levado bem a sério.

Quem pratica exercícios constantemente já viu (ou pelo menos ouviu falar) a suplementação à base de albumina. Levando-se em consideração que uma das atividades mais importantes da albumina é assegurar o equilíbrio de água entre os tecidos e o sangue, ter um suplemento que complemente a produção dessa substância é importante para quem quer ter alto desempenho corporal. Como no suplemento os benefícios vão além da proteína, quem “toma” albumina acaba por contribuir ainda mais com o funcionamento do seu corpo.

Contendo proteína de clara de ovo desidratada, ferro e vitaminas, o suplemento com albumina é responsável por, dentre seus tantos benefícios, auxiliar a reparação muscular e reposição proteica; diminuir os sintomas pós-treino; aumentar a saciedade; melhorar a coagulação e melhorar a saúde de doentes crônicos. Trocando em miúdos, o suplemento de albumina ajuda atletas a recompor seu corpo após os treinos, fazendo com que o “cansaço muscular” não seja desculpa para faltar à academia no dia seguinte, mas também tem importante papel na vida daqueles que, por algum motivo, não fazem exercícios periodicamente.

Basicamente a albumina pode ser consumida de 3 em 3 horas – ou de 2 em duas horas, dependendo do seu nível diário de esforço. O ideal é que o corpo se mantenha em estado anabólico a maior parte do tempo, para que o tratamento tenha maior chance de resultados. Isso significa que, quanto mais você treinar, mais terá chances de ver de perto todos os reais benefícios que a albumina tem a oferecer.

Efeitos Colaterais

Uma vez que você tome suplemento de albumina, que é algo que você já produz por conta própria, é preciso ficar atento aos efeitos colaterais do consumo. A primeira coisa que você tem a fazer quando toma qualquer suplemento é ter um critério para tal, uma vez que o consumo exagerado de qualquer substância tende a fazer mais mal do que bem.

Dito isso, o acúmulo de gases e diarreia podem indicar que você está tomando altas doses de albumina ou, então, que seu sistema gastrointestinal é mais sensível. Caso isso ocorra, basta buscar orientação médica para o uso do suplemento, visto que este não é um sintoma considerado grave.

Os sintomas mais graves são também considerados mais raros, mas se ocorrerem devem ser levados ao conhecimento de um médico assim que possível. Dentre eles estão alergias e distúrbios renais, que podem evoluir para quadros realmente assustadores, já que a sobrecarga de proteína nos rins pode comprometer o funcionamento de outros órgãos vitais.

No entanto, se a albumina em suplemento for consumida com parcimônia e, preferencialmente, com acompanhamento médico, os efeitos colaterais podem nem aparecer, deixando o uso da substância apenas com seus benefícios. Nesse caso, escolher a marca de suplemento também pode ajudar a ter mais qualidade advinda do produto – e mais resultado no dia-a-dia.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment