Mazindol: Realmente emagrece? Saiba mais sobre esse remédio!

Mazindol: Realmente emagrece? Saiba mais sobre esse remédio!

Pensando em um emagrecimento rápido, muitas pessoas buscam a utilização de substâncias que acelerem esse processo e tragam resultados reais no combate à obesidade e sobrepeso. Por isso, é comum o uso de remédios que prometem esse tipo de resultado. Neste artigo vamos falar de um deles: Mazindol! Confira as informações!

O que é Mazindol e como funciona?

O Mazindol é um tipo de um anorexígeno, similar a anfetamina, que se caracteriza pela capacidade de atingir o sistema nervoso central do corpo humano e inibir a vontade de comer de forma considerável.

Depois de ingerida e absorvida pelo corpo humano, essa substância é capaz de enviar uma mensagem ao sistema nervoso central informando a ele que o organismo já ingeriu a alimentação necessária e, assim, o cérebro entende que não há necessidade de alimentação.

É como o cérebro fosse informado de que todas as coisas estão ocorrendo corretamente no organismo e, por isso, ele não libera a sensação de fome. Assim, sem a vontade de comer, a pessoa que ingeriu essa substância come cada vez menos e passa a perder peso.

Mazindol mulher afastando a calça da cintura

Nomes comerciais  

Por causar um forte efeito no corpo humano, é comum que o Mazindol seja encontrado como base de outros remédios. Em alguns deles eles, é possível encontrar uma dosagem maior, já em outros uma quantidade menor da substância. Os nomes mais comuns para essa substância no mercado são:

  • Absten S
  • Fagolipo
  • Moderina

Mazindol embalagem de absten

Afinal, emagrece mesmo?

O Mazindol foi, por muito tempo, um dos inibidores de apetite mais recomendados por médicos especialistas em tratamentos para o combate à obesidade e sobrepeso. Um dos principais motivos está em sua potente composição, capaz de atingir o sistema nervoso central e inibir o apetite do paciente.

De acordo com algumas pesquisas, os resultados desse medicamento são mais eficientes que de outras substâncias similares, como a Femproporex e Anfepramona. Por isso, algumas pessoas relataram a perda de 5 quilos por mês.

Uma pesquisa realizada no Japão constatou a eficiência da substância par a diminuição do apetite em voluntários que se dispuseram a fazer o teste da ingestão desse medicamento.

O experimento aconteceu da seguinte maneira: inicialmente, um grupo de pessoas fizeram uma dieta hipocalórica associada ao uso do remédio. Após algumas semanas, cerca de 54% dessas pessoas acusaram a perda de peso. Porém, esse número diminuiu para 20%, quando o Mazindol foi retirado o tratamento.

Efeitos colaterais e contraindicações

Apesar de possuir eficiência para um emagrecimento rápido, que não exige muito esforço com atividades físicas, os efeitos colaterais desse tipo de produto podem trazer danos reais e preocupantes às pessoas que utilizam. As principais consequências são:

  • Palpitações
  • Problemas intestinais
  • Boca seca
  • Depressão
  • Inquietação
  • Ataques de pânico
  • Stress
  • Insônia
  • Enjoo
  • Tonturas e dor de cabeça
  • Dependência

Por possuir fortes efeitos colaterais, esse tipo de substância não é recomendável para pessoas que possuem problemas cardíacos, hipertensos, que estejam em gestação ou que possuam transtornos psiquiátricos.

Mazindol embalagem do fagolipo

Riscos e benefícios desse medicamento

O principal benefício do Mazindol é a possibilidade de emagrecimento eficaz para o combate à obesidade e ao sobrepeso. Principalmente se a pessoa que utiliza está em busca de processo de perda de peso rápido e sem esforços.

Porém, vale lembrar que essa substância traz sérias consequências para a saúde e a combinação desses efeitos com a ansiedade pelo emagrecimento pode causar sérios danos à saúde mental e física das pessoas que a ingere.

Outra consequência negativa é que, devido à sensação de saciedade, as pessoas passam a ingerir cada vez mais as substâncias necessárias para um funcionamento saudável do corpo humano, o que pode acarretar o aparecimento de outros tipos de doenças.

Mazindol é aprovado pela Anvisa?

O Mazindol foi comercializado no Brasil durante 12 anos, mas, em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização desse tipo de medicamento, principalmente, devido as consequências e riscos à saúde causados.

Seis anos depois, em abril de 2017, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que permite a comercialização de quatro substâncias anorexígenas, dentre elas, o Mazindol. Porém, a Anvisa recorreu e pediu o veto da lei, alegando que essas os malefícios dessa substância são maiores do que os malefícios.

Enquanto a lei não é sancionada, é importante lembrar que o uso do medicamento no Brasil é proibido pela Anvisa. Porém, existem lugares que vendem esse tipo de produto sem a necessidade de recomendação médica.

Gostou das nossas informações sobre o Mazindol ? Deixe seu comentário!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votes, average: 4,18 out of 5)
Loading...

Add Comment