Especial Cirurgia Plástica: Cirurgia nas Pálpebras (Blefaroplastia)

Especial Cirurgia Plástica: Cirurgia nas Pálpebras (Blefaroplastia)

Com a idade ou devido a algumas condições genéticas as pálpebras podem ganhar um aspecto caído, cansado ou inchado, o que desagrada a muitos pacientes. Para esses casos, a cirurgia nas pálpebras, também conhecida como blefaropastia, é ideal para dar vitalidade ao olhar e à expressão. Assim, saiba como essa cirurgia é feita.

O que é a cirurgia nas pálpebras

A cirurgia nas pálpebras visa a recuperar a expressão saudável das pálpebras, que podem ser acometidas por flacidez devido à idade e causando um aspecto pouco desejável. Em alguns casos, pessoas mais novas devido a fatores de hereditariedade ou em casos excepcionais também podem apresentar o problema.

A cirurgia nas pálpebras superiores

Um dos principais problemas causados pela flacidez ocorre nas pálpebras superiores, que se tornam caídas e encobrem a região dos côncavos. Esse fenômeno é responsável por conferir um aspecto cansado e triste ao olhar e à expressão facial em geral e nesses casos a cirurgia nas pálpebras é indicada para consertar o que é chamado de pálpebra caída.

A cirurgia nas pálpebras inferiores

A pálpebra caída pode ou não vir acompanhada de um problema nas pálpebras inferiores em que ocorre uma acumulação de gordura na região das olheiras e uma formação de bolsas e protuberâncias.

Esse tipo de flacidez e inchaço nas pálpebras inferiores, inclusive, pode ocorrer sozinho e independente das pálpebras caídas e também pode ser melhorado com a blefaropastia.

Como é feita a cirurgia nas pálpebras

A cirurgia nas pálpebras é um procedimento relativamente simples, mas que traz impactos positivos para quem sofre com os problemas de pálpebra.

Inicialmente o paciente é anestesiado, podendo ser com anestesia local ou geral. Em seguida, o médico marca as áreas com excesso de pele e as corta com bisturi, retirando as partes excedentes. A cauterização é feita com bisturi elétrico e podem ser usadas suturas absorvíveis, pontos ou mesmo adesivos cirúrgicos.

No caso da pálpebra caída, entretanto, é necessária uma remodelagem da musculatura orbicular, fazendo com que a pálpebra ganhe aspecto normal novamente. A cirurgia dura cerca de 40 minutos e a internação deve ser de até 8 horas.

Procurada entre orientais

Curiosamente, muitos orientais procuram a blefaroplastia como forma de aquisição de traços ocidentalizados, criando uma região mais proeminente de côncavo na pálpebra superior.

Nesse caso, a cirurgia nas pálpebras é especialmente popular entre as mulheres, mas não é recomendada que seja feita a menos que exista a real necessidade.

As cicatrizes da cirurgia nas pálpebras

Felizmente as cicatrizes da cirurgia nas pálpebras ficam quase imperceptíveis, já que no caso da pálpebra superior é localizada exatamente no vinco do côncavo, enquanto na pálpebra inferior a cicatriz fica na região dos cílios inferiores, assemelhando-se mais a uma marca de expressão.

Além disso, muitas das vezes as cirurgias praticamente desaparecem ao longo do tempo, o que aumenta a confiança do paciente com o procedimento.

Dessa forma, a cirurgia nas pálpebras é indicada para quem sofre com a pálpebra caída, acúmulo de gordura na pálpebra inferior ou com ambos os casos. É necessário, entretanto, um cirurgião experiente para garantir a simetria e satisfação com o resultado.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment