Intolerância à Lactose: Veja os sintomas, as causas e o tratamento!

Intolerância à Lactose: Veja os sintomas, as causas e o tratamento!

Intolerância a qualquer tipo de alimento é quando o organismo realmente não “tolera” aquilo dentro do corpo. Uma das mais conhecidas intolerâncias é de lactose, que atinge uma grande porcentagem da população brasileira e até mundial. É uma doença difícil de se conviver e dolorosa que restringe muita a alimentação pois a lactose não está apenas no leite que bebemos de manhã. Ela pode estar escondida em diversas comidas e por isso quem convive com essa intolerância precisa viver atento o tempo todo.

O que é a Intolerância à Lactose?

A intolerância à lactose, que também pode ser chamada de deficiência de lactase é quando o corpo não é capaz de digerir a lactose. Existem tipos diferentes da doença, que podem ser classificadas da seguinte forma:

  • Intolerância à lactose primária: é quando atinge pessoas mais velhas, resultado do envelhecimento.
  • Intolerância à lactose secundária: é quando a intolerância acontece após a pessoa ter tido alguma doença ou ferimento.
  • Intolerância à lactose congênita: é quando a pessoa já nasce com o problema.

O que causa?

Como existem tipos diferentes de intolerância à lactose, as causas também são distintas para cada tipo.

  • Intolerância à lactose primária: como citado, é quando a pessoa passa a ter o problema quando está com uma idade mais avançada. Isso pode acontecer porque durante a vida a pessoa começa a variar sua dieta, acrescentando novos tipos de alimentos que fazem com que o organismo produza menos lactase. Essa redução na produção pode causar a intolerância.
  • Intolerância à lactose secundária: esse tipo de intolerância é causada quando por alguma doença, cirurgia ou injúria em que o intestino delgado passa a produzir menos lactase. Isso pode acontecer se a pessoa tiver doença celíaca, gastroenterite e a doença de Crohn.
  • Intolerância à lactose congênita: o tipo de intolerância que acompanha a pessoa desde o nascimento acontece quando o bebê nasce com deficiência da lactase. Isso é passado de pai para filho, sendo hereditário.

Como descobrir?

Existem alguns exames específicos que acusam e confirmam a intolerância à lactose. Sendo os principais: exame de fezes, de sangue, do ar expirado, biópsia do intestino e pela saliva e células da mucosa bucal. Dependendo do caso, o médico irá indicar o tipo de exame mais adequado.

sintomas de intolerância à lactoseSintomas e tratamentos

Os principais sintomas da intolerância à lactose são bem visíveis logo após a ingestão de algum alimento que possui a lactose. Acontece geralmente de 30 minutos a 2 horas depois de ingerir e a intensidade deles dependem do tipo de intolerância, tipo do alimento etc. Dentres eles, estão:

  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Dores abdominais;
  • inchaço.

Um tratamento específico é bem limitado para essa intolerância. O que pode ser feito é usar medicamentos que ajudam a repor a lactase (em pó, pílulas ou líquido) que auxilia na digestão dos laticínios. O tratamento mais eficaz é, infelizmente, a redução de alimentos que contenham lactose em sua composição. Por isso é importante estar sempre atento ao que se come, ler bem os ingredientes presentes em tudo para evitar os sintomas que a intolerância traz.

Intolerância à Lactose tem cura?

Não, a intolerância à lactose não tem cura. É possível amenizar os sintomas com a diminuição da digestão de alimentos que têm lactose como citado acima e tomar os medicamentos que ajudarão o organismo a aceitar um pouco da lactose e digeri-la.

alimentos que devem ser evitados por quem tem intolerância à lactoseAlimentos que devem ser evitados

Se você possui a intolerância à lactose é bom ficar alerta para alguns tipos de alimentos. Alguma pessoas que possuem o problema conseguem comer queijos e margarina, mas não são todas as pessoas que recebem bem. É necessário entender como o seu organismo funciona com o acompanhamento de um médico para saber exatamente quais alimentos devem ser evitados e quais você pode tentar inserir aos poucos nas refeições, e claro, ficar atento a como seu corpo responde à eles. Mas em geral não é indicado o consumo de leite, derivados do leite e receitas que contenham o líquido. Muitos produtos industrializados possuem lactose na composição, por isso é preciso ficar de olho nas embalagens de bolachas, pães, molhos prontos e balas, por exemplo. Uma alternativa para inserir nessa dieta restrita é consumir bebidas vegetais como leite/iogurtes de aveia, de arroz ou soja.

Eaí, você já conhecia como a intolerância à lactose funciona no nosso organismo? Conta pra gente!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Add Comment