Efeito Sanfona

Efeito Sanfona

Acontecendo principalmente com pessoas que utilizam dietas pouco saudáveis, o efeito sanfona é uma consequência desagradável enfrentada por várias pessoas. Esse artigo falará um pouco mais sobre ela e como evitá-la.

 O que é?

Caracteriza-se pela instabilidade no ganho e perda de peso, fazendo com que quem perdeu peso engorde novamente. Além de gerar angústia e insatisfação em quem luta contra a balança, a tendência é que o metabolismo desacelere cada vez mais por causa da oscilação de peso. Isso torna perder peso cada vez mais difícil.

Causas

Pesquisadores têm a teoria de que o corpo tem uma espécie de memória metabólica, o que significa que ele voltará a seguir a rotina anterior logo que você parar de fazer dieta e recuperará o peso perdido. O DNA de algumas pessoas favorece o ganho de peso, além de fatores hormonais.

Estrias e flacidez

Ambas extremamente indesejadas, podem ser causadas pela oscilação de peso muito grande. As estrias podem aparecer nos seios, bumbum, coxas, abdômen, braços e costas, e são causadas por um estiramento muito grande da pele – por isso são tão comuns na gravidez. O ganho de peso (ou até de massa muscular) muito acentuado faz com que haja rompimento nas fibras que dão sustentação à pele, gerando marcas vermelhas. As estrias vermelhas são recentes, e podem ter coceira, pois há uma inflamação sob a pele. Com o passar do tempo, há atrofia dos tecidos, por isso elas se tornam mais claras.

A flacidez também é causada por um rompimento de fibras, mas nesse caso, musculares, o que leva a pele a se acumular em certos pontos do corpo e apresentar aspecto mole e flácido. Para combatê-la, é preciso ganho muscular – isso endurecerá as fibras musculares sobre a pele.

Como evitar?

Embora pareça inevitável, é possível, sim, fugir do efeito sanfona. Algumas medidas simples e que envolvem mudanças em sua rotina, podem ser aplicadas para o melhor dos resultados.

  • Jogue fora as dietas muito rigorosas e longas. Para perder e manter o peso, o ideal é que a perda seja lenta e gradual – isso favorecerá a “memória metabólica”, fazendo com que seu corpo se adapte a uma nova rotina e não volte atrás no emagrecimento.
  • Faça várias refeições pequenas por dia e em horários estipulados, seguidos à risca. Isso evita que você fique com fome, acelera o metabolismo e evita que você acabe por comer por compulsão.
  • Fibras pra que te quero! Elas aumentam a saciedade, ajudam no controle do peso e promovem uma digestão saudável.
  • Mantenha a hidratação em dia. O consumo abundante de água evita a retenção de líquido, que causa inchaço, além de eliminar toxinas pelo suor e urina.
  • Não abandone completamente as guloseimas. Se alimentar também é um prazer, e por isso dietas muito restritivas acabam por não dar certo. Portanto, o ideal é encontrar o equilíbrio: diminua as quantidades e escolha um dia da semana para poder se presentear sem culpa com um sorvetinho.
  • Movimente-se: o maior erro das dietas de emagrecimento é o corte excessivo de calorias e a falta de prática esportiva. Com uma rotina de exercício frequente e saudável, você com certeza alcançará e manterá seus ganhos.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment