Como tirar estrias: Veja os melhores tratamentos

Como tirar estrias: Veja os melhores tratamentos

As estrias são marcas que aparecem geralmente nas coxas, barriga, costas e mama e que incomodam muito quem as têm. Engana-se quem pensa que as estrias são exclusividade das mulheres, muitos homens têm estrias, principalmente na barriga, que podem ser causadas por conta de ganho e perda de peso.

As estrias surgem do rompimento das fibras elásticas que sustentam uma camada da pele. Mas a notícia boa é que existem vários tratamentos para estrias, pois por e tratar de fibras formadas por colágeno e elastina podem ser recuperadas sem tratamentos muito complicados.

A seguir vamos falar um pouco mais sobre elas e quais são os melhores tratamentos para tirar estrias! Continue lendo!

Conheça os tipos de estrias

Sim, existem tipos diferentes de estrias, para ser mais claro existem três tipos de estrias: as arroxeadas; as brancas superficiais; e as brancas profundas e largas.

No geral todos os tipos de estrias aparecem da mesma forma, quando existe estiramento da pele, seja durante a gravidez, em mulheres, seja depois de grande perda de peso, em mulheres e homens.

Todos os três tipos de estrias tem tratamento, porém a fase arroxeada é a mais fácil de tratar, por serem estrias mais recentes, nos outros casos é necessário que se faça um tratamento mais intenso provocando um agressão na pele, a fim de que ela produza mais colágeno e elastina, e assim cicatrize internamente as estrias.

Conheça métodos de tratamento para tirar estrias

Confira abaixo o tratamento recomendado para cada tipo de estria, lembrando que por serem procedimentos estéticos é necessário consultar um profissional para que ele faça uma avaliação da situação.

Tratamento para estrias vermelhas e arroxeadas

Infravermelho e ácido retinoico

Esse procedimento demora no mínimo três meses para que os resultados sejam notados, porém é um processo quase indolor, uma vez que o infravermelho provoca um desconforto suficientemente suportável.

Como é feito o tratamento: São disparados raios infravermelhos que aquecem as camadas mais profundas da pele que provocam sua retração e produzem as células formadoras de colágeno e elastina. Cerca de meia hora após a aplicação dos raios infravermelhos é aplicado o ácido retinoico que também estimula o aumento das fibras.

Quantas sessões: No mínimo uma por mês durante três meses de tratamento.

Tratamento para estrias brancas, superficiais e estreitas

Radiofrequência

Esse método é considerado indolor, porém nas primeiras semanas não é indicado que se pegue sol na área que está sendo tratada. As estrias costumam diminuir mais de 50% com apenas quatro sessões de radiofrequência.

Como é feito o tratamento: ondas que aquecem a camada mais profunda da pele são disparadas no local durante meia hora, como consequência há aumento das fibras de colágeno e reorganização dos tecidos de sustentação.

Quantas sessões: de 8 a 16 sessões com intervalo de três semanas entre elas.

 Tratamento para estrias brancas profundas

Peeling de cristal e ácido retinoico

Esse procedimento garante melhora de 40% da aparência das estrias. O tratamento não causa dor, apenas vermelhidão e descamação da área nas primeiras horas.

Como é feito o tratamento: São dois tratamentos em um, primeiro é realizado o peeling de cristal, que libera jatos de pó de óxido de alumínio para esfoliar e facilitar que o ácido retinoico penetre na pele.

Quantas sessões: Entre 15 e 20 com intervalo de dez dias entre as sessões.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment