Especial Cirurgia Plástica: Cirurgia nas orelhas

Especial Cirurgia Plástica: Cirurgia nas orelhas

A orelha de abano é um problema que atinge grande parte da população e é a causa de muitos problemas de autoestima principalmente em crianças que se sentem diferentes e muitas vezes são alvo de bullying. A cirurgia nas orelhas, que tem o nome de otoplastia, pode corrigir esse problema trazendo uma vida normal para quem se sente inseguro com esse problema. Saiba como é feita a otoplastia e entenda mais sobre essa cirurgia.

O que é a otoplastia?

A otoplastia trata-se de uma cirurgia plástica estética nas orelhas que tem como objetivo corrigir problemas de formação dessa parte específica do corpo. Essa cirurgia é muito usada para corrigir as orelhas de abano, porém pode ser feita para quem deseja modificar a aparência das orelhas ou até mesmo para recuperar a região em casos de acidentes.

Quando a otoplastia é indicada?

A otoplastia deve ser indicada por um cirurgião plástico especializado quando há o caso de orelhas de abano, onde as orelhas são afastadas da cabeça tendo uma aparência maior do que o normal, porém ela é indicada para todos os casos onde o paciente apresenta má formação nas orelhas. A otoplastia também pode ser utilizada como cirurgia reparadora em casos de sequelas de acidentes.

A cirurgia nas orelhas deve ser feita a partir dos 6 anos que é quando a criança já passou pelo desenvolvimento completo de crescimento da região, assim, a otoplastia não irá afetar o processo.

Como é feita a cirurgia nas orelhas?

A otoplastia deve ser feita por um cirurgião plástico registrado no Conselho Regional de Medicina e com especialização nesse tipo de procedimento. O profissional irá sedar o paciente normalmente com anestesia local.

É feita uma incisão na parte traseira da orelha tendo como base a dobra natural da pele e em seguida, o cirurgião irá retirar o excesso de pele presente na região, sendo feita a ligação da cartilagem, para que a orelha fique mais flexível. Nos casos onde o paciente apresenta a orelha maior do que o normal, o cirurgião poderá retirar parte da cartilagem para a diminuição.

Assim que for feita a correção, o profissional dará alguns pontos para que o novo formato da orelha seja mantido e a incisão é fechada com pontos internos, que somem naturalmente, não precisando ser retirados. O procedimento costuma durar 1 hora.

Pós-operatório

Após a cirurgia, o cirurgião irá aplicar pomada cicatrizante na região e cobri-la com gaze. O curativo deve permanecer no local por até 48 horas e somente o profissional poderá retirá-lo na consulta de retorno.

O pós-operatório da cirurgia nas orelhas costuma ser tranquilo e indolor, havendo apenas uma sensação de coceira na região. É indicado que o paciente não coce ou pode ferir a região que estará sensibilizada.

Para os casos de correção da orelha de abano, o paciente terá que usar uma faixa de tecido compressiva durante 1 mês, 24 horas por dia, podendo ser retirada na hora do banho. É comum o aparecimento de inchaço e vermelhidão no local, mas conforme a cicatrização for sendo completada isso irá sumir. O paciente poderá retornar às suas atividades normais em um período de 2 a 3 dias e a cicatriz fica imperceptível.

A otoplastia pode trazer de volta a autoestima e corrigir problemas de formação das orelhas. Sabendo como a cirurgia nas orelhas é feita, você poderá se submeter ao processo com menos dúvidas.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Add Comment